Nesta semana de março de 2015 a Valve anuncia na GDC (Game Developers Conference) sua nova engine (motor) para jogos: Source 2. Mas o que isso tem a ver com dota?
Muito mais do que você pode imaginar.
Então sente-se confortável porque abaixo você vai entender o que é, pra que serve e qual o futuro do nosso querido dotinha com os recursos desse motor que vai além dos gráficos.

Pra começar Source Engine 2, é o sucessor do motor que deu vida a Counter-Strike e Half-Life 2 e mesmo games mais recentes, como Titanfall, Dota 2 e Portal 2, continuaram a utilizá-la..

Na GDC desse ano, a empresa não trouxe Half Life 3 como muitos queriam, contudo, apresentou no evento uma série de novidades para se colocar numa posição dominante nos games, incluindo um dispositivo para streaming dentro de uma rede caseira (Já pensou emular o dotinha na tela da tv, tendo o jogo rodando lá no seu pc?), um novo motor de jogo, e tecnologia de realidade virtual.

Grátis é a palavra chave. A Valve disponibilizará o novo motor gratuitamente para os desenvolvedores e criadores de conteúdo, seguindo os passos da Epic Games com o Unreal Engine 4.

2015-03-03_19-53-52

Mas o que um motor de jogo faz?

O Motor de jogo é um software onde o jogo é projetado, sendo responsável pela qualidade gráfica, animações, renderizações e até mesmo peso deste jogo. O Dota é conhecido por requerer computadores mais potentes e isso se dá em parte por conta da engine (motor)

Algumas responsabilidades tecnológicas do motor de busca para exemplificar:

-Sombra para modelos 3D (incluindo móveis).
-Líquidos com efeitos de reflexo.
-Inteligência artificial inovadora (AI).
-Renderização em Direct3D nas plataformas Windows e Xbox 360.
-Renderização OpenGL nas plataformas Mac OS X e PlayStation 3.
-High dynamic range rendering (HDR).
-Compensação de latência.
-Suporte escalável para processadores.
-Sistema de animação facial.
-Efeitos fluídos de água.
-Ferimentos superficiais em 3D.
-Código fonte disponível para pessoas que desejam criar uma modificação.
-Compilador de mapa distribuído pela rede.

O que é o Vulkan que foi apresentado na GDC e o que ele tem a ver com o Source 2?

O software Source 2 também terá uma versão compatível com a API gráfica multiplataforma Vulkan, antes chamada de Next Generation OpenGL e anunciada pela Khoronos também nesta última terça-feira. Não foram dados muitos detalhes técnicos, mas a interface aberta permitirá que as aplicações controlem diretamente a aceleração da GPU para melhorar o desempenho. Especificações e implementações dela serão liberados ainda neste ano.
Isso quer dizer que nós podemos ter gráficos melhores, com menos peso para o pc, visto o controle por essa API. Assim esperamos.

dota-2-64-bit-source-2

E no dota?

Modelos antigos devem ser todos renovados, e o dota já vem prezando por seus gráficos ano após ano. Agora uma verdadeira mudança pode vir: Viper, Zeus, Huskar e outros que ainda tem seu modelo desatualizado, podem mudar. Gráficos de água, fog (névoa), brilho e demais renderizações também
Isso torna o jogo mais suave, e também mais rápido, dando um melhor tempo de resposta.

Por muito tempo o Source fora também criticada por muitos por ser desatualizada e difícil de usar. A proposta da empresa é que isso mude.
O Source Engine 2 foi criado com a produtividade em mente. A Valve não quer apenas que o motor seja usado por desenvolvedores, quer também que os jogadores possam usá-lo para criar conteúdos para os seus jogos favoritos.

Uma amostra do poder do Source 2 já estava no Dota 2 Workshop Tools e deve ser aprimorado. Para quem trabalha com sets e outros, também terá mais facilidade

Vídeo de Dota rodando em Linux com a API Vulkan e com o potencial do Source 2. Ainda que pequeno, já conseguimos ver algumas melhoras

Com isso, e com a revelação do novo motor, fica a especulação que o Dota é o grande teste da Valve para o motor, e nós aguardando a grande atualização prometida pro primeiro semestre.

About The Author

Gisa

Suporte com alma de carry, louca por cosméticos e customização, Courier Pet Collector, Jogadora Noob e administradora / design no #WTD nas horas vagas.

Related Posts

4 Responses

  1. Pedro

    Source 2 ta mto superestimada.. S1 pecava por ser feita pra FPS e passou por um processo de gambiarragem colossal pra rodar dota.. so espero que na S2 nao tenham uma AI, Physics e pathfinder tao lixos, e seja monotipo ( FPS only )
    sobre o Vulkan, supondo que a S2 suporte totalmente essa API, as melhorias so virao pro Linux/MAC, ja que ainda usarao DirectX no Windows, e irao demorar mto tempo, ja que precisam terminar a especificacao da API no comite, e precisam implementar a API nas GPU’s..

    TL;DR: nao fiquem tao animados! 🙁

    Responder
    • Gisa
      Gisa

      Olá Seja bem vindo ao WTD
      Sempre tem muitos processos complicados né Pedro =( Como falei ali no texto, é complicado, por que muito do projetado não estava correto no source 1. No 2, eu tenho um pouco de fé. Não sei se vc ouviu que a Valve quer trocar tudo pra OpenGL (o que leva um tempo enorme) mas acho que só pela tentativa já é uma vitória

      Apareça sempre o/

      Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.