Ex-jogador da equipe de DotA 2 do Team Archon, dos Estados Unidos, e atualmente sem time, Korok se autodeclarou culpado por ter ferido e estrangulado a peruana Stephanie “Elune”, em julgamento realizado no tribunal distrital geral do condado de Fairfax, na Vírginia. As acusações foram feitas no dia 14 de maio deste ano. A notícia está sim atrasada, mas porque só agora que divulgaram o acontecimento.

Korok

Dos doze meses de prisão, em dois Korok ficará recluso. O jogador cumprirá o restante da pena em liberdade condicional supervisionada. Ele ainda será vigiado pelo período de um ano e, caso volte a cometer um novo crime, corre o risco de ter que cumprir a sentença original em regime fechado.

Korok é um veterano no cenário norte-americano no Dota, tendo defendido times importantes como a divisão internacional do Nirvana.

No DotA2, o jogador também passou por grandes equipes dos Estados Unidos, como Team Liquid, Team Dignitas e a divisão do Natus Vincere. Ele disputou o The International de 2013, o maior e mais importante campeonato da modalidade.

Não temos mais informações sobre o acontecimento. Eu, particularmente, gostava muito do Dota que ele apresentava, mas depois de ler uma notícia como essa, ele despenca no meu conceito.

About The Author

Depois de muito tempo tentando entrar no cenário competitivo de Dota e ver que era ruim demais para isso, Sckharr viu que suas chances eram remotas e então decidiu dar mais atenção ao hobby que ele mais gosta: escrever sobre Dota. Atualmente é responsável pelo cenário americano na joinDOTA, e agora faz parte dessa equipe que deixa vocês informados sobre tudo que acontece no cenário nacional e internacional. Tudo isso aqui, no nosso querido WTD.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.