O Dota 2 Reborn finalmente chegou para ficar e o que ele poderia nos trazer você pode conferir aqui e cada dia mais novos recursos são adicionados. Tudo parece lindo, mas depois de 2 semanas enquanto escrevo esse post, do Reborn ser o cliente principal do game, a dor de cabeça impera diante dos bugs.
Vamos por parte, destrinchar um pouco da história.

A começar que eu não costumo reclamar muito do que a Valve faz. Esse acho que vai ser o primeiro post em que vejo pontos muito negativos na forma como o Reborn foi lançado, mas claro quero mostrar os fatos e talvez na esperança de que isso logo se resolva.

dota

Tudo começou mais ou menos em dezembro de 2014 com este anúncio  Mudanças futuras & Frostivus

Já estávamos sem o tão aclamado Diretide, evendo de Halloween da Valve, e apesar de algumas coisas menores, ela declarava que estava trabalhando nas melhorias da Engine para o primeiro semestre de 2015.
Até ai ok. Esperar é uma das coisas que os usuários de Dota mais fazem. O primeiro semestre seguiu sem muitas novidades impactantes. Tivemos claro o patch 6.84 com novos itens, e obviamente todos tivemos que reaprender um pouquinho dota, mas por quantas mudanças assim não passamos? Além disso, o Newbloom trouxe herói novo e bem, tivemos a “remodelagem” do Void, aquela mesmo que foi prometida no Ti de 2014 e só saiu em 2015.

O público do Dota contudo, é um público exigente. Dota poderia ser o primeiro moba, vindo dos mods de starcraft e warcraft, mas muitos outros estavam ali. Smite, League of Legends, Heroes of the Storm e muito mais. Moba era a nova mania e a Valve sabia que não era legal ter 900 tópicos no Reddit falando sobre suas promessas não cumpridas.

Foi então que no dia 12 de Junho nascia o Dota 2 Reborn (que você pode ler aqui), ainda entrando em beta. Uma interface limpa, novos recursos, custom games, e a engine Source 2. Era o que  eles tinham trabalhado durante mais de 1 ano, pois ela já estava sendo programada quando o anúncio sobre o Frostivus e diretide chegou ao blog.

fb_image

Ok, eu sou programadora, e sei do trabalho que é algo. Um ano pode parecer muito, mas existem projetos que duram mais de 3 anos dependendo do que é necessário ser feito.
O Reborn então entrou em beta para todos. Tínhamos 2 clientes. O principal e o Reborn. Quem quisesse poderia baixar e testar. Isso vêm muito do modo como a Valve trabalha em relação a teoria de desenvolvimento

Existem dois estilos de desenvolvimento em engenharia de software, e abro um parenteses aqui pra explicar pra vocês:

-O modelo Catedral, no qual o código fonte está disponível para cada release do software, mas o código desenvolvido entre dois releases é restrito a um grupo de desenvolvedores exclusivo.

-O modelo Bazar, no qual o código é desenvolvido de forma totalmente aberta e pública. E é tratado com a ajuda de uma grande comunidade que envolve o projeto.

Ok, eu sei, o código do Dota não é totalmente aberto. Isso é um fato, mas está bem claro que a Valve usa o modelo bazar, padrão de software livre, para o desenvolvimento de seus jogos. Não há nada de mal nisso, muito pelo contrário. Milhares de tópicos são abertos, bugs resolvidos as vezes pelos próprios usuários. É uma grande comunidade unida pra fazer o jogo do seu modo. Eu ainda me lembro sobre a mudança do lado da Phase Boots.

20140320225106a0dqm8afvvkpyaj5

Pra quem não lembra ela era a única bota virada pro lado esquerdo.
Uma enorme movimentação no Reddit e no fórum de desenvolvimento (dev.dota2.com) fez a bota mudar de lado pra entrar no padrão. Por mais bobo que pareça, são pequenos detalhes que podem passar despercebidos aos olhos do desenvolvedor mas não da comunidade.

Mas onde está a falha?

Não diria a falha, mas as falhas e o modo como a Valve praticamente jogou o Reborn garganta abaixo. No dia 14 de setembro de 2015 simplesmente foi retirado o cliente principal e dado lugar ao Reborn que ainda está em fase beta. Houveram constantes melhorias, mas ainda não estava pronto pra encarar um público do tamanho da comunidade do dota.

Eu realmente não sei se foi por não ter tanta adesão de testadores beta, ou se foi pra falar: “olha, era nisso que estamos trabalhando, e é isso que você vai usar, quer queira quer não”.
A mudança contudo é drástica e não só no visual, mas o mapa do Dota 2 está um pouco maior, a vegetação mudou, e com isso o bugs dentro e fora do jogo começaram a aparecer.
Pra quem joga ranked, ficou ainda pior, pois obviamente onde tem bug, tem pessoas se aproveitando como o bug do double stack

Acha pouco? E quando o jogo literalmente congela?

Apesar da ideia da Valve ser a mais correta de ter sua Source 2 rodando em pcs menos potentes, muitos usuários estão tendo problemas. Há briga também na parte gráfica entre DirectX e OpenGL.

E isso estou só falando da versão Windows, a mais comumente usada. Quando vamos somar Mac e Linux, não tem espaço pra tanto bug.
Até mesmo pcs potentes, tiveram problemas em rodar. E apesar de serem casos isolados, é fato que não há uma especificação correta para rodar o mesmo.

Outro fator, erro de VAC que algumas pessoas passaram. Claro que era só reiniciar que saia, mas muitos foram os reports, e ninguém sabe de onde saiu isso.

ss+(2015-09-13+at+12.48.04)

Muitos recursos ainda estão sendo criados e muitos outros foram colocados sem planejamento algum. Um grande exemplo disso é o compendium. Agora para acessar você precisa ir a aba de torneios e procurar o Ti5 lá embaixo para ai acessar. Cadê a praticidade das coisas Valve? Interface bonita mas cadê a usabilidade?

Outros recursos como MMR por herói, Deus sabe quando será lançado, talvez em 2016 junto com o imortal do Axe e a HQ do mesmo.

HeroMMR

O que desagradou também é o tempo fora caso uma partida seja recusada, mas isso não acho de todo mal. As punições no dota estão ficando mais severas e reservarei pra falar delas numa continuação deste artigo sobre como a Valve pode aprender com outros mobas.

A questão é que todos os dias temos novos updates, isso é muito bom. Mas na mesma medida que eles corrigem, eles também trazem novos bugs. Não há como alegar que a equipe é pequena, visto que Dota 2 dá uma boa quantia para a Valve e não digo isso só em compendium. A política dos “hats (chapéus)” ou melhor falando, venda de itens gera milhões. Toda venda que você faz no Steam Market (e não somente a deles, no Dota 2 Store) gera dinheiro. Neste caso, ela peca na falta de atenção e na forma desorganizada de seus lançamentos, e o Dota 2 Reborn é, infelizmente uma prova disso.

E o que podemos fazer e esperar?

E novamente a ultima bola fora, foi retirar o botão de reportar bug do reborn. Espero que por pouco tempo. Volta e meia ele aparece e some no canto superior direito. Ainda falta muita coisa sobre criar clãs e times por exemplo. Faltam opções antigas quando sobram opções novas. No próprio canal do dota 2 tem uma série de vídeos que seriam de grande ajuda na parte de tutoriais (aqui) falando sobre as roles do dota. Para ajudar, tudo que podemos fazer é quem tem um pouco mais de habilidade em inglês reportar os bugs no e esperar para que a Valve pare com essa mania de demorar em lançar as coisas pra lançar tudo “nas coxas”.

TIh2nwL

Masss tem o patch novo, e muita coisa vindo. Olha só patch 6.85, 6.86, Pit Lord e….

Eu amo dota 2, adoro as surpresas da Valve, mas quando se trata de marketing, desenvolvimento e afins, ela deixa a desejar. Quem sabe um dia ela veja que o potencial do dota é bem maior do que ela já sabe que é.

Mas e ai, você concorda com isso? Pra você qual a pior e a melhor coisa que veio com o Dota 2 Reborn?
Deixe sua opinião, compartilhe, e em breve tem a parte 2, falando sobre a Valve, Dota 2 e como melhorar olhando a concorrência 🙂

About The Author

Gisa

Suporte com alma de carry, louca por cosméticos e customização, Courier Pet Collector, Jogadora Noob e administradora / design no #WTD nas horas vagas.

Related Posts

5 Responses

  1. ThiagoLopan

    Teve um artigo onde que vi onde perguntavam se a Valve se apressou em lançar o Reborn,muitos disseram que não,eu digo que foi sim,se apressou em lançar e ainda na época que estava com os dois clientes praticamente obrigar os jogadores a migrarem para o Reborn,acho que quando se trata de comunidade não é assim que funciona,objetivo disso acho que foi “vamos mandar todo mundo pro Reborn e lá eles vão nos dar feedback”.Reborn para mim está sensacional esteticamente falando faltava mesmo essa beleza na UI do dota2 não nos resta opções a não ser esperar até que os maiores bugs sejam sanados

    Responder
    • Gisa
      Gisa

      Foi exatamente o que pensei Thiago. O trabalho está bom mas precipitado. pessoal diz que não, mas quando um bug surge, é o primeiro a reclamar. Eu quero muito ver o reborn pronto com tudo. 🙂 Eu ja tiro muito proveito dele mas a Valve precisa ter mais carinho com certos detalhes

      Responder
  2. DJoeP

    sem falar das gemas que servem só pra enfeite agora, colocar o botão de socket mais não funciona de jeito nenhum…. comigo pelo menos não vai nem a pau !!!!!!
    só resta a torcida pra valve resolver esse monte de bugs logo pra poder ser totalmente aproveitado esse reborn! beleza não é tudo e isso vale pra game também

    Responder
  3. kunkinha

    Meu pc já está um pouco antigo, com o reborn eu vi uma melhora em algumas travadinhas que o jogo dava as vezes. As partidas estão sendo encontradas com maior velocidade.
    Gostei da beleza da UI e de todo o resto do jogo.
    O que mais me incomodou no reborn até agora foram aquelas atualizações que eu não consigo nem abrir o dota (consigo abrir no outro dia somente com um patch de correção que eles vem fazendo), a compra de múltiplos itens e meus wards e couriers que aparecem sem imagem, vem um ERROR courier e um error ward, no caso do courier nem dá para clicar nele com o mouse.
    Acho que o jeito é esperar e torcer para que a valve resolva tudo da melhor forma possível.
    Ótima matéria.
    Até mais pessoal.

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.